Queijo Minas Artesanal precisa ser regulamentado Leia mais: Queijo Minas Artesanal precisa ser regulamentado Em: https://diariodocomercio.com.br/economia/queijo-minas-artesanal-precisa-ser-regulamentado

Queijo Minas Artesanal | Crédito: Divulgação/Seapa
Queijo Minas Artesanal | Crédito: Divulgação/Seapa

Ele tem distintos formatos, diferentes sabores e texturas. Está em iguarias doces e salgadas e é considerado patrimônio imaterial do Estado. Combina com o cafezinho, com uma boa taça de vinho ou com uma cervejinha gelada. Há quem não resista a um bom “Romeu e Julieta”.

Feito com leite cru, o Queijo Minas Artesanal (QMA) está conquistando os paladares de mestres queijeiros de países tradicionais como a França, Portugal, Espanha e Suíça. Embora  ainda  não tenha regulamentação para ser exportado.

Mas, de acordo com o diretor de Agroindústria e Cooperativismo da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa-MG), Ranier Chaves Figueiredo, o governo mineiro está tentando agilizar a legislação que permitirá a aceleração segura da regulamentação às normas internacionais, o que poderá garantir a adequação às normas para a exportação.

“Estamos conversando com o governo federal, mas ainda não temos nenhuma novidade sobre este assunto. É um processo complex

Ainda conforme Figueiredo, pesquisas realizadas por instituições científicas qualificadas em todo o mundo demonstraram que a pasteurização mata todas as bactérias do leite. Entretanto, ela também extingue aquelas classificadas como probióticas, benéficas ao trato intestinal, à absorção de nutrientes e conhecidas por protegerem contra micro-organismos patógenos, melhorando a saúde das pessoas”, explicou.

Mestre em Veterinária e doutorando em Tecnologia e Inspeção de Produtos de Origem Animal pel

Queijo Canastra (Capim Canastra) Foto: Acervo pessoal/Capim Canastra
Queijo Canastra (Capim Canastra) Foto: Acervo pessoal/Capim Canastra

Patrimônio imaterial dos mineiros
Em 2008, o Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) classificou o Queijo Minas Artesanal (QMA) patrimônio imaterial do Estado de Minas Gerais. Em dossiê publicado à época, esta instituição explicou que as estratégias de produção do queijo artesanal de Minas Gerais remetem às técnicas típicas da Serra da Estrela, na região das Beiras, em Portugal, trazidas pelos colonizadores.

Tal característica, ainda conforme o dossiê do Iphan, motivou a

Queijo Campeão da Serra da Canastra Concurso Regional - Crédito: Divulgação/Emater-MG
Queijo Campeão da Serra da Canastra Concurso Regional – Crédito: Divulgação/Emater-MG

Terroir
O gosto característico do queijo, ainda conforme Freitas, é fruto do terroir, palavra francesa sem tradução literal que se refere às condições do pasto, do clima, do tempo de maturação e até da espécie de gado e de como ele é manejado.

Para garantir que o produto conquiste cada vez mais admiradores, a entidade vem investindo em parcerias com produtores franceses, trazendo-os ao Brasil para ensinar novas técnicas de produção e aprender também novos métodos de fabricação. “Alguns de nós f

FONTE: https://diariodocomercio.com.br/economia/queijo-minas-artesanal-precisa-ser-regulamentado/?_gl=1leo99r_ga*Mmx5TDN1UkFwRldsTVg4SlA1b2o1cVVRMjlQaVlhMzZNVFlpd2tmeGgwbmdvUmhYWGtUQmRxSFU0amNyX3h4cQ


Leia mais: Queijo Minas Artesanal precisa ser regulamentado Em: https://diariodocomercio.com.br/economia/queijo-minas-artesanal-precisa-ser-regulamentado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Atendimento Tupiguá
Enviar WhatsApp